Partilhar

Cálculo GPS em atraso - como fazer passo a passo

Por Letícia Lima. Atualizado: 11 dezembro 2017
Cálculo GPS em atraso - como fazer passo a passo
Fonte: previdencia.gov.br

A GPS (Guia da Previdência Social) é uma forma de arrecadação da Previdência Social. Pagando sua GPS em dia, você contribui para sua aposentadoria e ajuda a pagar a dos que estão aposentados hoje. Isso porque a Previdência no Brasil funciona de modo solidário: são as contribuições da população economicamente ativa hoje que pagam a pensão de quem está aposentado, e assim sucessivamente, a medida que os ativos se aposentam. No entanto, se você atrasou o pagamento da GPS, não há motivo para pânico. Confira em umCOMO “Cálculo GPS em atraso - como fazer?” e se mantenha informado!

Também lhe pode interessar: Como fazer o cálculo de rescisão

Cálculo GPS em atraso

O sistema de contribuição social brasileiro apresenta muitas categorias e pode ser um pouco confuso para aqueles que não estão familiarizados com as terminologias adotadas pelo INSS. Dessa forma, muitas pessoas ficam inseguras sobre como fazer o cálculo da Guia da Previdência Social em atraso. Em primeiro lugar, para ter acesso a Guia da Previdência Social, é necessário estar inscrito como contribuinte da Previdência. Confira nosso artigo sobre como saber o número do benefício da Previdência Social e também como conseguir o número do NIT. Com um desses números em mãos, é possível fazer o cálculo GPS em atraso.

Cálculo GPS em atraso online

O cálculo GPS em atraso só pode ser feito online, isso porque é necessário que seja gerado um código de barras para pagá-lo. Todo o processo é muito simples e não guarda nenhum mistério. Contudo, não há como pagar GPS que já esteja vencido há mais de cinco anos. Confira a seguir o passo a passo:

  1. Acesse o site do Cálculo da Guia da Previdência Social no portal do INSS;
  2. Clique em “Calcular Guia/Carnê”;
  3. Após ser redirecionado para o Sistema de Acréscimos Legais, escolha seu módulo, ou seja, se você foi filiado ao INSS antes ou depois de 29/11/1999 ou se é Empresa, Equiparadas e Órgãos Públicos;
  4. Depois de escolher o módulo, você será redirecionado a um formulário. Selecione sua categoria (contribuinte individual, doméstico, empresário, facultativo ou segurado especial) e informe seu número NIT, PIS ou PASESP. Clique em “confirmar” e será gerado um boleto referente ao seu GPS em atraso.

Cálculo GPS em atraso: categorias

Há diferentes categorias de contribuintes da Previdência Social, portanto, o cálculo GPS em atraso também é diferente a depender do grupo a que se está vinculado. Vamos ver a seguir algumas possibilidades mais comuns:

Cálculo GPS em atraso empresa

No caso das empresas, o cálculo GPS deve ser feito até o dia 20 do mês que se segue (ou seja, paga-se o valor referente ao mês de maio até o dia 20 de junho). Após esse período, o cálculo GPS em atraso deve ser feito online, como explicado anteriormente, e a empresa fica sujeita ao pagamento de juros e multa.

Cálculo GPS em atraso doméstica

No caso das empregas domésticas, o INSS não é mais a autoridade competente para receber as contribuições. O contratante dos serviços da doméstica deverá cadastrar-se no eSocial - Simples Doméstico e lá gerar a guia de recolhimento.

Cálculo GPS em atraso individual ou autônomo

Para os trabalhadores autônomos ou microempreendedores individuais (MEI), a contribuição para INSS se faz a partir de uma guia gerada no Portal do Empreendedor, que sempre tem vencimento no dia 20. Após esse período, há incidência de multa e juros. Se for autônomo mas não microempreendedor individual, a guia GPS é gerada no Sistema de Acréscimos Legais (o procedimento foi explicado anteriormente).

Cálculo GPS em atraso facultativo

O contribuinte facultativo (maior de 16 anos sem renda própria, mas que deseja contribuir para o INSS) tem até o dia 15 de cada mês para regularizar sua contribuição com o INSS. É possível gerar guia para pagamento do GPS em atraso no Sistema de Acréscimos Legais, contudo, se o atraso for superior a 6 meses é necessário procurar uma agência do INSS para regularizar a situação. Caso contrário, o contribuinte facultativo perde os benefícios.

Cálculo GPS em atraso pessoa física

Na categoria de contribuintes pessoa física, além do contribuinte individual e facultativo também há o segurado especial, que em geral é referente a produtores rurais, pescadores, índios ou extrativistas. Ou seja, a seguridade especial visa proteger aqueles que desenvolvem atividades relacionadas à economia familiar. O cálculo GPS em atraso para segurado especial também pode ser feito via Sistema de Acréscimos Legais.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Cálculo GPS em atraso - como fazer passo a passo, recomendamos que entre na nossa categoria de Leis.

Escrever comentário sobre Cálculo GPS em atraso - como fazer passo a passo

O que lhe pareceu o artigo?
6 comentários
Elisangela
Boa tarde gostaria de saber como faço para saber quantos meses tenho de atraso no meu GPS de alguns anos atras
Manuel Hermenegildo da Silva
Necessito período de outubro de 2017 a dez de 2017
Marco Antonio
Para pagamento de GPS do ano de 2017, eu utilizo o valor do salario minimo eu preencho, o atual ou o de 2017?
patricia reis bacellar martins
não estou conseguindo gerar guia de recolhimento em atraso o código e 1929
Ricardo maia miranda
como eu faço para calcular o meu inss atrasado eu sou autônomo posso pagar no carne?
paulo ricardo da rosa pereira
imprimir boleto pra pagamento?

Cálculo GPS em atraso - como fazer passo a passo
Fonte: previdencia.gov.br
Cálculo GPS em atraso - como fazer passo a passo

Voltar ao topo da página