Partilhar

Como saber se o bilhete único está vinculado a empresa

 
Por Letícia Lima. Atualizado: 11 novembro 2019
Como saber se o bilhete único está vinculado a empresa
Imagem: simsaogoncalo.com.br

O transporte coletivo, como ônibus, metrôs e VLTs é a principal forma que a maioria dos trabalhadores brasileiros usa para chegar até o trabalho. A título de exemplo, em Belo Horizonte, capital do estado de Minas Gerais, 62% dos usuários de transporte público o faziam para ir e voltar do trabalho, conforme pesquisa realizada pela Belo Horizonte Transporte e Trânsito e divulgada no portal Hoje em Dia[1]. É possível supor que a estatística seja proporcional as outras capitais e grandes centros urbanos do país. Nesse sentido, o bilhete único é uma ferramenta concedida pela empresa ao trabalhador, que a partir de um desconto na folha de pagamento faz diretamente o repasse desse valor às empresas de transporte público. Mas como saber se o bilhete único está vinculado a empresa? Continue lendo esse artigo do umCOMO para saber mais!

Também lhe pode interessar: Como fazer para a empresa me demitir

Como saber se o bilhete único está vinculado a empresa

Conforme foi dito anteriormente, o bilhete único do trabalhador nada mais é do que um vale transporte concedido pela empresa aos seus trabalhadores para que possam se deslocar até o local de trabalho e lá exercer suas atividades - confira nosso artigo sobre como calcular vale transporte para mais informações.

A maioria das cidades oferece diversas modalidades de bilhete único. Em São Paulo, por exemplo, pode-se ter no bilhete único créditos mensais, de estudante, vale-transporte (associado a uma empresa) e comum[2]. Veja como se cadastrar no SPTrans e obter o bilhete único.

Para saber se o bilhete único está vinculado a empresa em que você trabalha, é preciso entrar em contato com a operadora do bilhete único na sua cidade (SPTrans, Riocard, etc) e solicitar a informação. Em geral costuma-se solicitar alguns dados do portador do bilhete único, como por exemplo o CPF.

De acordo com informações obtidas no site do Riocard[3], se um empregado tiver sido desligado pela empresa, é necessário que esta faça a desassociação pelo site da Riocard e entregue o Bilhete Único no momento da demissão.

  • Se você usa os serviços da Riocard e deseja consultar CPF, acesse o portal de Consulta de Cartão de Bilhete Único por CPF e verifique sua situação.
  • O mesmo serviço de consultar CPF está disponível para os usuários da SPTrans: basta acessar o portal para Consultar Cartão e ver como anda a sua situação.

A maioria das cidades que adota o sistema do bilhete único já oferece esse tipo de serviço. Se você deseja fazer a consulta por CPF, procure por "nome da cidade + bilhete único + cpf" no navegador de sua preferência e verifique se o serviço já está disponível na sua região.

Desvincular bilhete único

Muitas vezes as empresas são omissas em relação aos seus trabalhadores e não cumprem algumas exigências, como a de desvincular o bilhete único no momento da demissão. Além disso, as regras quanto a desvinculação variam conforme o município, de forma que o trabalhador precisa ficar atento e conhecer seus direitos e obrigações.

De qualquer forma, se a empresa não tiver realizado a desvinculação do seu bilhete único, é necessário que você entre em contato com a operadora desse serviço e solicite a desvinculação. Em geral, esse procedimento pode ser feito pela internet, por telefone ou pessoalmente.

Também não deixe de entrar em contato com a operadora caso o número do chip do bilhete único esteja apagado, já que isso pode dificultar seu acesso aos coletivos. Em geral, uma segunda via irá resolver o problema sem maiores complicações.

Bilhete único empresa bloqueado

Atualmente, a maioria dos transportes coletivos possui um sistema de reconhecimento facial para detectar se há fraude ou não no uso do bilhete único. Quando você o encosta no leitor, há uma pequena câmera que captura uma foto sua e a armazena em um banco de dados. Esses dados são processados e é feita uma conferência para ver se as imagens são compatíveis com as presentes no seu cadastro.

Caso alguém faça uso indevido do bilhete único (por exemplo, usar o bilhete único que não é seu, e sim de um terceiro) é bem provável que ele seja bloqueado. Nesse caso, você precisa entrar em contato com a operadora de bilhete único do seu município, já que ela vai poder fornecer informações mais específicas sobre o que fazer nessa situação, além de ser a única que poderá desbloqueá-lo.

De qualquer forma, para evitar esse tipo de incômodo, se recomenda não utilizar o bilhete único de terceiros, pois isso pode causar não só problemas de locomoção em coletivos como também problemas legais. Com a sofisticação dos sistemas tecnológicos, dar um "jeitinho" para se dar bem torna-se muito mais difícil.

Saldo do bilhete único

Consultar o extrato do bilhete único (saber qual o valor que você ainda tem no cartão de transporte) tem se tornado cada vez mais fácil e rápido. Grande parte dos coletivos já mostra o saldo do seu bilhete único quando você o encosta no leitor para entrar no transporte público!

  • Se você é usuário da SPTrans e deseja consultar o saldo do seu bilhete único, basta acessar o
    portal para Consultar Cartão e ver como anda a sua situação.
  • Se você é usuário Riocard, a consulta do extrato pode ser feita tanto pelo site Riocard Mais quanto pelo aplicativo Riocard Mais, disponível para os sistemas Android e iOS. Pelo app também é possível fazer recarga online do seu bilhete único.

Leia também: Como calcular faltas no trabalho

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como saber se o bilhete único está vinculado a empresa, recomendamos que entre na nossa categoria de Trabalho.

Referências
  1. LOBATO, Paulo Henrique. Transporte público e trânsito ruins prejudicam trabalhadores e empresários de BH. Hoje em Dia. Disponível em: <https://www.hojeemdia.com.br/primeiro-plano/transporte-p%C3%BAblico-e-tr%C3%A2nsito-ruins-prejudicam-trabalhadores-e-empres%C3%A1rios-de-bh-1.735981>. Publicado em 19 de agosto de 2019. Acesso em 31 de outubro de 2019.
  2. SPTrans. Bilhete Único Comum Personalizado. Disponível em: <http://bilheteunico.sptrans.com.br/novobu.aspx>. Acesso em 31 de outubro de 2019.
  3. Riocard. Perguntas Frequentes - Vale Transporte. Disponível em: <https://www.cartaoriocard.com.br/rcc/paraEmpresa/perguntas>. Acesso em 31 de outubro de 2019.
Bibliografia
  • ZVARICK, Leonardo. Reconhecimento facial bloqueia 331 mil Bilhetes Únicos em SP. Folha de São Paulo. Disponível em: <https://agora.folha.uol.com.br/sao-paulo/2019/06/reconhecimento-facial-bloqueia-331-mil-bilhetes-unicos-em-sp.shtml>. Publicado em 12 de junho de 2019. Acesso em 31 de outubro de 2019.

Escrever comentário sobre Como saber se o bilhete único está vinculado a empresa

O que lhe pareceu o artigo?

Como saber se o bilhete único está vinculado a empresa
Imagem: simsaogoncalo.com.br
Como saber se o bilhete único está vinculado a empresa

Voltar ao topo da página