Outros Economia

O que é economia circular

 
Marina Corrêa
Por Marina Corrêa, Editora. 26 abril 2023
O que é economia circular

Exploração exacerbada e esgotamento de recursos naturais, mudanças climáticas, poluição e geração excessiva de resíduos, todos esses são problemas urgentes que deveriam estar no radar de pessoas e governos. São preocupações que se não contornadas, vão ditar de maneira muito negativa a existência da humanidade na Terra e a saúde do planeta.

Apesar de que menos do que deveria, existem grupos e governos que propõem soluções para esses desafios globais. Uma dessas soluções é a economia circular. Portanto, se você se preocupa com esses problemas e quer conhecer esse conceito e, até mesmo, aplicá-lo, hoje no umCOMO você vai entender o que é economia circular e por que ela é importante.

Índice
  1. Economia circular: definição
  2. Qual a importância da economia circular
  3. Exemplos de economia circular
  4. Como aplicar a economia circular no dia a dia
  5. Quais são os tipos de economia circular

Economia circular: definição

A economia circular é um modelo econômico que visa o melhor uso de recursos naturais, a redução de resíduos e a produção de insumos mais duráveis, recicláveis e renováveis. Na contramão da obsolescência programada, em que os produtos são pensados para uma "data de validade", incitando o consumo de novos, na economia circular a ideia é que a produção seja aproveitada e reaproveitada tanto quanto possível.

Os produtos são projetados para durar mais tempo, serem facilmente reparados, reutilizados e reciclados. Esse modelo de economia também incentiva a cooperação entre empresas para compartilhamento de recursos e a utilização de fontes de energia renovável.

No livro Como Salvar o Futuro: ações para o presente, André Carvalhal define que o conceito de economia circular é baseado na inteligência da natureza, onde tudo é cíclico. "O processo circular não acredita no fim das coisas, no lixo. Ele acredita em restaurar valor e regenerar".[1]

Qual o objetivo da economia circular

Ela foi concebida para que a produção e o consumo tragam o mínimo possível de danos ao meio ambiente e ao mesmo tempo gerem benefícios econômicos, sociais e ambientais a longo prazo.

Qual a importância da economia circular

A economia circular é importante porque aborda e busca combater os desafios globais do esgotamento dos recursos naturais, das mudanças climáticas, da poluição e da geração de resíduos. Aqui estão algumas das razões pelas quais a economia circular é considerada importante:

  • Preservação dos recursos naturais: a economia circular visa maximizar o uso dos recursos naturais existentes, reduzindo a extração de novas matérias-primas e minimizando o desperdício de recursos.
  • Redução de resíduos: o modelo de economia circular promove a redução, reutilização e reciclagem de resíduos, o que leva à diminuição do volume de lixo gerado e, consequentemente, reduz a pressão sobre os aterros sanitários e a poluição.
  • Estímulo à inovação: a economia circular incentiva a inovação em termos de design de produtos, processos de produção, gestão de recursos e de cadeia de fornecimento. Isso pode levar a novos negócios e oportunidades econômicas.
  • Criação de empregos: a economia circular pode criar novos empregos em áreas como a coleta e reciclagem de resíduos, a reparação de produtos, a produção de materiais reciclados e a criação de sistemas de logística reversa.
  • Redução de emissões de gases de efeito estufa: a economia circular pode ajudar a reduzir as emissões de gases de efeito estufa, pois promove o uso de fontes de energia renovável e a redução do desperdício de energia e recursos.

Em resumo, a economia circular é importante porque ajuda a criar um sistema econômico mais sustentável, que protege o meio ambiente, promove a inovação e cria oportunidades econômicas e sociais.

Exemplos de economia circular

Para implantar a economia circular no seu dia a dia, você não precisa de muitas ferramentas, nem ao menos ser uma grande empresa. É bem possível, inclusive, que você já pratique ações que visam a economia circular, mesmo sem saber.

A seguir você poderá ver medidas que pode tomar no seu dia a dia para viver de maneira mais sustentável baseado neste tipo de economia. São exemplos de economia circular que podem ser implantados por você:

  • Reciclagem: a reciclagem é um exemplo clássico de economia circular. Ao reciclar materiais como papel, plástico e vidro, esses materiais podem ser transformados em novos produtos, reduzindo a extração de matérias-primas virgens e evitando o desperdício de recursos.
  • Compartilhamento de recursos: o compartilhamento de recursos é outra forma de economia circular. Empresas e indivíduos podem compartilhar equipamentos e infraestrutura, como veículos, máquinas e espaços de trabalho, reduzindo a necessidade de adquirir recursos adicionais e evitando o desperdício.
  • Reutilização: a reutilização de produtos e materiais também é um exemplo de economia circular. Ao estender a vida útil de produtos, é possível reduzir a quantidade de lixo gerado e a necessidade de produzir novos produtos. No seu dia a dia, ao comprar produtos de segunda mão e de brechós, você estará implatando a economia circular.
  • Energia renovável: a utilização de fontes de energia renovável, como a energia solar e eólica, é um exemplo de economia circular. Essas fontes de energia são renováveis e não geram emissões de gases de efeito estufa, ajudando a reduzir a poluição e a dependência de combustíveis fósseis. Em casa você pode, por exemplo, usar a energia solar para esquentar a água, em vez de fazer uso de chuveiros elétricos.
  • Design circular: o design circular é uma abordagem que busca criar produtos e sistemas com a intenção de serem reutilizados, reparados e reciclados ao final da sua vida útil. Essa abordagem promove a redução da extração de matérias-primas e a minimização do desperdício.

Como aplicar a economia circular no dia a dia

Se quiser ir além, você pode pesquisar quais são as empresas que trabalham levando em conta a economia circular para dar preferência a consumir seus produtos.

Alguns exemplos de preocupações por parte das empresas podem ser:

  • Uso de embalagens 100% recicláveis ou, até mesmo, abrir mão de embalagens, dependendo do tipo de produto;
  • Uso de produtos e materiais já pensando na reciclagem futura;
  • Fabricação e distribuição dos produtos utilizando energia renovável;
  • Uso de matéria-prima que não cause danos ao meio ambiente, como os microplásticos que ferem a vida marinha.

Além de consumir de empresas conscientes, Hugo Garza, gestor ambiental, é adepto da economia circular em seu dia a dia e garante que não precisa fazer muito para aplicá-la. Ele dá preferência para comprar suas roupas em brechós e lojas de segunda mão e quando precisa de algum produto, procura consegui-lo utilizando recursos que já existem, como sua cama construída com pallets.

Quais são os tipos de economia circular

Existem diferentes tipos de economia circular, que podem ser classificados de acordo com as áreas em que são aplicados e as estratégias utilizadas:

  • Ciclo fechado: este tipo de economia circular envolve a reciclagem e a reutilização de materiais em um ciclo fechado, sem que haja perda de valor ou de recursos. Por exemplo, a reciclagem de papel, plástico ou vidro pode ser considerada uma estratégia de ciclo fechado.
  • Cascata: a economia circular em cascata consiste em maximizar o valor dos recursos naturais, utilizando-os em diferentes etapas e aplicações, antes de reciclá-los ou descartá-los. Por exemplo, a madeira de uma floresta pode ser utilizada para produzir papel, móveis, construção civil e energia, antes de ser reciclada.
  • Compartilhamento: a economia circular baseada no compartilhamento envolve o uso compartilhado de produtos e serviços, para reduzir o consumo de recursos e o desperdício. Exemplos incluem o compartilhamento de carros, bicicletas, equipamentos de jardinagem e ferramentas.
  • Serviços: neste modelo de economia circular, os bens são oferecidos como serviços, em vez de serem vendidos como produtos. Por exemplo, em vez de comprar um carro, um serviço de compartilhamento de carros permite que as pessoas usem um veículo quando precisam dele, reduzindo a necessidade de possuir um carro próprio.
  • Biológico: a economia circular biológica envolve o uso de sistemas naturais para a produção de alimentos, fibras e outros produtos renováveis, em vez de recursos não renováveis. Por exemplo, a agricultura regenerativa e a aquaponia são exemplos de estratégias de economia circular biológica.

Se pretende ler mais artigos parecidos a O que é economia circular, recomendamos que entre na nossa categoria de Economia e Negócios.

Referências
  1. CARVALHAL, André. Como salvar o futuro: ações para o presente. 1ª edição. São Paulo : Paralela. 2021.
Escrever comentário
O que lhe pareceu o artigo?
O que é economia circular