Partilhar

Como fazer um fluxo de caixa

Por Douglas Felix França. Atualizado: 16 janeiro 2017
Como fazer um fluxo de caixa
Imagem: empreendedormoderno.com.br

O planejamento e controle financeiro são aspectos fundamentais da gestão de qualquer organização, sejam empresas, ONG’s, entidades religiosas, famílias e pessoas. A devida avaliação periódica das receitas, despesas e investimentos permitem traçar o caminho que está sendo percorrido, bem como possibilita ajustar seus componentes para que o ciclo financeiro ocorra conforme o planejado. Para facilitar a elaboração dessa importante ferramenta de gestão, em umComo.com.br damos-lhe informações fundamentais sobre como montar um fluxo de caixa.

Também lhe pode interessar: Como fazer um relatório administrativo
Passos a seguir:
1

Divida as entradas de acordo com a fonte (vendas, empréstimos, outras receitas, etc.), e de acordo com a forma (dinheiro, cheque, bancos, etc.). Tais informações permitem maior controle do fluxo de caixa.

2

Separe também os gastos segundo a forma em que foram efetuados, separando-os ainda entre: despesas fixas, despesas variáveis e investimentos. Essa ação permite visualizar a concentração de recursos gastos em cada saída.

3

Ao final de cada período, calcule o saldo das operações realizadas e lance o valor como saldo inicial do próximo período de seu fluxo de caixa. Mantenha controle contínuo para melhor aproveitamento desta ferramenta, para que represente sempre a situação atual das operações.

4

Para maior detalhamento, faça uma planilha de fluxo de caixa por dia, montando consolidados semanais, mensais, etc., de acordo com a necessidade. Quanto mais detalhado, tanto mais fácil para identificar as contas mais sensíveis e os possíveis problemas de saldo.

5

O saldo negativo não significa necessariamente prejuízo. Para apurar esse fato, faça um DRE (Demonstrativo de Resultado do Exercício) de um período maior de atividade – um ano, por exemplo – que incluirá outras variáveis e permitirá um diagnóstico mais preciso.

6

Para quem trabalha com recebimentos ou pagamentos a prazo, é possível projetar o fluxo de caixa com base nas ocorrências futuras que já estão previstas. No momento oportuno, compare o fluxo projetado com o real, para mensurar o quanto o planejamento se aproximou da realidade futura, e quais variáveis mais influenciaram o resultado final.

7

Se deseja aprofundar a análise do fluxo de caixa, elabore gráficos demonstrativos dos períodos, onde será possível visualizar o comportamento das receitas e despesas ao longo do período avaliado. Fazendo isso, poderá observar como está seu ciclo financeiro – prazos de pagamentos aos fornecedores, recebimentos dos clientes, giro de caixa, etc.

8

Maiores informações sobre o fluxo de caixa e planejamento financeiro podem ser obtidos junto ao Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas – SEBRAE.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como fazer um fluxo de caixa, recomendamos que entre na nossa categoria de Economia e Negócios.

Escrever comentário sobre Como fazer um fluxo de caixa

O que lhe pareceu o artigo?

Como fazer um fluxo de caixa
Imagem: empreendedormoderno.com.br
Como fazer um fluxo de caixa

Voltar ao topo da página