Partilhar

Como calcular o IPVA

Por Paula Cassandra. Atualizado: 11 janeiro 2018
Como calcular o IPVA
Imagem: universidadegaia.com.br

Planejamento financeiro é um dos segredos da economia dentro de casa. Por isso, saber quanto será gasto com impostos ao longo do ano é fundamental para organizar as finanças. Entre as dicas para essa organização está como calcular o IPVA e o umComo.com.br vai ensinar a fazer essa conta.

Também lhe pode interessar: IPVA atrasado gera multa?

Como é calculado o IPVA

O IPVA é o Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores e todos os anos deve ser pago pelos proprietários de automóveis e outros meios de transporte a motor.

Cada estado brasileiro cobra um valor diferente, o que varia de acordo com as suas regras. Um dos fatores que mais contribuem para o valor final do IPVA são as alíquotas adotadas, as quais são determinadas pelo estado para calcular o imposto.

O que implica no valor total do IPVA é ainda o preço do seguro obrigatório, o Dpvat - Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Vias Terrestres, cobrado em conjunto com o imposto.

Assim, o primeiro passo para saber como calcular o IPVA é descobrir a alíquota do estado onde está registrado o seu veículo. Ela costuma variar de 2% a 4% para veículos de passeio. O segundo passo é saber qual o valor apontado para o seu veículo segundo a Tabela Fipe.

Para a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas assinalar um valor, são levados em consideração marca e modelo dos veículos novos e usados. A tabela se baseia nos preços médios praticados pelo país, além de ano de fabricação, tipo de pintura, cor e itens acessórios.

Como calcular o IPVA - Como é calculado o IPVA
Imagem: faroldenoticias.com.br

Exemplo de cálculo do IPVA

Um estado que faz uso de uma alíquota de 4% para veículos de uso misto e utilitários, por exemplo, numa situação em que o carro tenha valor, conforme a tabela, de R$ 42 mil é preciso fazer o seguinte cálculo:

A alíquota deve ser multiplicada pelo valor do automóvel. Assim: 4% x 42.000 = R$ 1.680,00, sendo esse o valor final que o proprietário desse carro vai pagar. Quando o pagamento é feito no início do ano, é possível obter um desconto se o valor for feito em uma única parcela.

No Distrito Federal, Mato Grosso, Amazonas, Roraima, Rondônia, Amapá e Rio Grande do Sul a alíquota é de 3% para o IPVA 2015. Tocantins, Acre, Paraíba, Sergipe, Espírito Santo e Santa Catarina tem alíquota de 2%.

Mato Grosso do Sul, Pará, Maranhão, Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte, Pernambuco, Alagoas e Paraná alíquota de 2,5%. Minas Gerais e Rio de Janeiro, 4%. São Paulo, de 3% a 4%, de acordo com o veículo; Bahia de 2,5% a 3,5%; e Goiás de 2,5% a 3,75%.

Confira como consultar e pagar IPVA pela Internet nesse artigo.

Por que pagar IPVA em dia

Quem não paga até à data limite para receber o desconto pode pagar o IPVA até a data do vencimento, sendo que é possível receber desconto no caso do veículo não ter recebido nenhuma multa no ano anterior.

Depois da data do vencimento, começam a correr os juros diários sobre o valor total do imposto. Além disso, o motorista que é parado em uma blitz policial e está com IPVA atrasado é multado, bem como perde sete pontos na carteira de motorista.

Dica: Acesse também esse artigo para saber como parcelar IPVA atrasado em 24 vezes.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como calcular o IPVA, recomendamos que entre na nossa categoria de Finanças Pessoais.

Escrever comentário sobre Como calcular o IPVA

O que lhe pareceu o artigo?
1 comentário
antonio geraldo das chagas
tenho uma moto fan 150 devo ipva desde 2011 como parcela em variasparcelas para pagar

Como calcular o IPVA
Imagem: universidadegaia.com.br
Imagem: faroldenoticias.com.br
1 de 2
Como calcular o IPVA

Voltar ao topo da página