Partilhar

O que é e como funciona um aval bancário

Por Redação umCOMO. Atualizado: 16 janeiro 2017
O que é e como funciona um aval bancário

Cada vez é mais frequente deparar-se com a figura do aval bancário em certos contratos; acontece que se antes este tipo de aval era recorrente apenas em alguns momentos, como para um empréstimo, agora é também visível em muitos contratos de aluguel, devido principalmente aos problemas de inadimplentes na crise econômica mundial. Por este motivo é muito importante saber o que é e como funciona um aval bancário.

Também lhe pode interessar: O que é a extinção de condomínio

O que é um aval bancário?

É uma garantia bancária que assegura o cumprimento de uma determinada obrigação econômica. Podemos dizer que funciona como um seguro, pois se a pessoa à qual avaliza não responder economicamente, o avalista deverá responsabilizar-se pelas suas obrigações financeiras.

Finalidade do aval bancário

Existem várias finalidades para este tipo de aval. Por um lado, a de garantir um empréstimo, que de outra forma não poderia ser outorgado por falta de bens ou dinheiro com o qual responder por parte do avalizado. Também é usado para avalizar empresas diante de terceiros. Além disso, como indicamos no começo, estes avais são cada vez mais frequentes nos contratos de aluguel.

Solicitação do aval bancário

O cliente e solicitante do aval terá que ser o encarregado de ter confirmada uma linha de risco de comércio exterior que será a utilizada pelo valor do aval. Depois, o cliente deverá se concentrar em temas importantes como a duração do aval, o custo máximo a ser pago, os requerimentos do pagamento, obrigações objeto do aval ou os dados do solicitante.

Entrega do aval ao cliente

Depois destes passos e baseada nas condições estabelecidas, a entidade bancária emitirá o aval ou garantia. Posteriormente a entidade bancária entregará o aval ao beneficiário, sempre com as condições pactuadas.

Comissões do banco

No caso do banco avalista, este ficará com uma parte na operação. A entidade cobrará a comissão bancária por formalizar o contrato e manter o aval. A quantidade que cobrará está recolhida no Banco do Brasil. Assim, terão comissão por estudo, que é uma porcentagem sobre o custo solicitado que tem um mínimo por operação. Além disso, também cobrará comissão de abertura, sobre a quantia do aval, bem como a comissão por risco, um extra sobre o custo, mas baseado também em fatores como o prazo, tipo e risco do aval.

Se pretende ler mais artigos parecidos a O que é e como funciona um aval bancário, recomendamos que entre na nossa categoria de Finanças Pessoais.

Escrever comentário

O que lhe pareceu o artigo?

O que é e como funciona um aval bancário
O que é e como funciona um aval bancário

Voltar ao topo da página