Partilhar

Como se livrar das dívidas

Por Samanta Fluture. Atualizado: 20 janeiro 2017
Como se livrar das dívidas

Somar suas dívidas faz você perder o sono? Elas custam mais do que o seu salário? O saldo negativo tem gerado crises de ansiedade e muitos outros problemas? Seu nome está sujo no banco?

Se você afirmou que sim para pelo menos uma destas perguntas, então deve cuidar desse problema o quanto antes! Neste artigo, o umComo.com.br vai ajudar você a recuperar sua situação financeira. Basta seguir abaixo as dicas de como se livrar das dívidas.

Também lhe pode interessar: Como saber se a minha dívida caducou

Qual é o seu tipo de dívida?

Antes de saber como proceder, você deve entender qual o seu tipo de dívida. As dívidas que possuem algum valor são as que foram usadas para adquirir algum bem ou para financiar sonhos. Como exemplo, temos o financiamento de imóvel e de veículo. Já as dívidas ruins, aquelas que não possuem valor agregado, foram feitas na compra de bens sem garantia. Por isso, os juros são altos. Dívidas de cartão de crédito, crediário e cheque especial são os exemplos mais comuns.

Você tem controle sobre suas dívidas?

Após entender qual é o seu tipo de dívida, é preciso analisar seu comportamento e determinar qual o tipo de endividado você é. Isso servirá para sabermos se você necessita de medidas drásticas para tomar as rédeas de sua situação financeira. Se você paga as prestações dos financiamentos em dia, não entra em cheque especial e costuma quitar a fatura do cartão integralmente respeitando a data certo, então você é controlado. Não terá problemas, apenas necessita de tempo e fazer uma reserva financeira caso haja dificuldades futuras. Afinal, isso quer dizer que suas dívidas cabem em seu orçamento! Agora, se você estiver atrasando pagamentos (principalmente com o pagamento do cartão), além de também estar no cheque especial, então é necessário que aconteça algumas mudanças na sua vida financeira para que você quite suas dívidas.

De onde vem suas dívidas?

Se você é um endividado sem controle da situação, é preciso urgentemente verificar a origem de suas dívidas e os motivos do endividamento. Não adianta não analisar a situação e apenas ir agregando parte do salário para o pagamento das contas. Se não souber a origem do descontrole, não haverá solução. Para isso, reveja suas contas desde o endividamento que mais o preocupa e encontre as maiores saídas de dinheiro.

Já criou um planejamento financeiro?

Ao identificar a origem das suas dívidas, é preciso colocar no papel sua situação financeira atual. Como se fosse em uma empresa, organiza em uma planilha suas receitas e despesas mensais. Dessa forma e com todos os números corretos, poderá visualizar e compreender aonde está o desequilíbrio, os gastos excessivos e as sobras.

Como se livrar das dívidas - Já criou um planejamento financeiro?

Quais gastos você pode cortar?

Ao analisar seu balanço mensal, irá perceber que existem muitos gastos que são supérfluos. Ou seja, que não afete sua família e que vocês podem viver bem sem. Mas cuidado: o que você considera desnecessário pode não ser para outra pessoa. Por isso, esse termo tem mais a ver com autoestima pessoal do que com valor em números. Assim, se determinado gasto é importante para você e seu bem estar, deve tentar mantê-lo. Independente disso, a dica está dada: reduza gastos que costumam variar e podem ter estratégias para economizar como contas de água, luz, internet, telefone, gás, lazer e supermercado. Busque por planos mais em conta, promoções e diminuição do uso.

Há sobras no seu orçamento?

Depois de entender quais gastos você pode cortar e se esforçar na economia, observe sua planilha novamente. Há alguma sobra? É possível criar uma folga? Existem outras formas ou atividades cujo retorno pode ajudar no orçamento? Não foque seus esforços em trabalhar mais ou ganhar uma renda extra, a não ser que o seu salário esteja sendo totalmente consumido.

Quando usar bônus, recursos e o 13º?

Se o valor da sua dívida é pequeno, o quitamento dela pode ser mais fácil. Isso porque você pode pagar usando fontes de recursos extras como a entrada de bônus da empresa ou o seu 13º. Essa é uma oportunidade ótima para quitar cheque especial e cartão de crédito. Outros recursos que podem servir de apoio são os créditos retirados através da Nota Fiscal Paulista e da Nota Fiscal Paulistana. Use-os como ajuda para pagar em dia o IPTU e o IPVA, por exemplo. Dessa forma, você não deixa outras dívidas se acumularem também.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como se livrar das dívidas, recomendamos que entre na nossa categoria de Finanças Pessoais.

Escrever comentário sobre Como se livrar das dívidas

O que lhe pareceu o artigo?

Como se livrar das dívidas
1 de 2
Como se livrar das dívidas

Voltar ao topo da página