Como parcelar o DPVAT

Como parcelar o DPVAT
Imagem: viverseguronotransito.com.br

Desde 2013 é possível optar pelo parcelamento do seguro obrigatório na hora de pagar o IPVA. Para saber como parcelar o DPVAT e acertar as contas com o governo, o umComo.com.br vai explicar como funciona o procedimento.

Parcelamento do seguro obrigat├│rio

O valor do DPVAT – Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Vias Terrestres, conhecido normalmente como seguro obrigatório, que todos os anos deve ser pago, junto com o IPVA – Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores pode ser parcelado desde 2013. No entanto, apenas pelos proprietários de motos, vans, ônibus e micro-ônibus.

Vale lembrar que anteriormente, parcelar o DPVAT não era possível, sendo que o seu pagamento era feito exclusivamente à vista ou no vencimento da primeira parcela do imposto, no caso do motorista parcelar o IPVA. Isso ainda vale para os veículos que não podem optar pelo parcelamento do seguro obrigatório, como carros e caminhões.

Os proprietários de motos, vans, ônibus e micro-ônibus, entretanto, também podem escolher pagar à vista, mas se preferirem o parcelamento do DPVAT, o valor será dividido em três parcelas de mesmo valor, as quais são consecutivas e mensais. Para ser possível o parcelamento, ele deve ter o valor mínimo de R$ 70.

Além disso, parcelar o DPVAT não é uma opção aos proprietários de veículos novos, emplacados pela primeira vez. Da mesma forma, não vale a quem estiver devendo o pagamento do seguro obrigatório de anos anteriores, sendo que os vencimentos em atraso devem ser quitados à vista. Já quem parcelar deve cumprir o prazo definido pelo calendário de vencimentos, senão, perderá o direito ao parcelamento.

Imagem: sindifranco.org.br

Como fazer para parcelar o DPVAT

Para saber parcelar o DPVAT basta acessar o site da Seguradora Líder, responsável pela administração do seguro obrigatório, através do link parcelamento.dpvatsegurodotransito.com.br. No site é possível gerar a guia de pagamento, sendo que para tanto é preciso informar alguns dados, como Renavam, CPF ou CNPJ, placa e o estado do emplacamento.

Ao optar pelo parcelamento do seguro obrigatório, o motorista não deve esquecer de que deve pagar ainda o IPVA e a taxa de expedição do documento. As informações referentes a esses pagamentos podem ser consultadas no site do Detran estadual, onde também consta o calendário de vencimentos, que informa o prazo máximo para quitar as contas com o governo, de acordo com o final da placa.

Além disso, os estados brasileiros costumam oferecer descontos a quem paga o imposto antecipadamente, o que geralmente acontece no início do ano. Por isso, é importante calcular o que vale mais a pena para o bolso de cada um, considerando a sua situação financeira atual. Os Detrans também costumam oferecer pequenos descontos aos proprietários que não foram multados no ano anterior.

Já quem tem multas pendentes deve pagá-las para poder renovar o seu licenciamento anual, que consiste em quitar também o DPVAT e IPVA. Vale lembrar que o seguro obrigatório serve para indenizar pessoas, tanto pedestres quanto motoristas e passageiros, que tenham sofrido acidentes em vias urbanas, sem que para isso precise consultar um advogado.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como parcelar o DPVAT, recomendamos que entre na nossa categoria de Finan├žas Pessoais.