Partilhar

Como escrever uma carta de demissão

Por Sara Viega. Atualizado: 7 junho 2018
Como escrever uma carta de demissão

Se você decidiu trocar de trabalho ou deixá-lo para tomar novos rumos, vai precisar de uma carta de demissão. O que é uma carta de demissão voluntária? Este texto é usado para oficializar a sua decisão e como um documento que põe fim ao contrato estabelecido entre a empresa para a qual trabalha e você mesmo. Portanto, é importante escrevê-la seguindo determinadas regras. Em umComo.com.br vamos explicar para você como escrever uma carta de demissão.

Também lhe pode interessar: Como pedir demissão do trabalho
Passos a seguir:
1

Existem vários modelos de cartas de demissão voluntária, porém o que importa são os pontos que vamos indicar de seguida. Não fique obcecado em utilizar expressões enfáticas, é melhor ser claro e simples e lembrar que só tem que cumprir com os pontos básicos do documento.

2

A primeira coisa que deverá fazer é direcionar a carta de demissão ao responsável ou ao departamento de recursos humanos ou, caso a sua empresa não tenha um, à pessoa oficial nas relações entre empresa e trabalhadores. Pode ser, por exemplo, o administrador.

3

Comece a carta colocando o nome desta pessoa, o seu cargo e departamento e o nome da empresa e o seu endereço.

4

Em seguida, você deve datar a carta. É importante colocar sempre a data em uma carta, mas em uma carta de demissão é ainda mais importante. A carta de demissão é a prova de que o fez bem e que cumpriu com os prazos legais de aviso de demissão. Essa data será a prova. Você pode colocar a data no início ou no final da carta de demissão, antes de assinar a mesma.

5

Comece a carta anunciando que vai deixar a empresa e que a sua demissão se efetivará no dia correspondente. Inclua número do dia, mês e ano e pode também assinalar o dia exato a que calha (por exemplo, terça-feira, 19 de julho de 2013).

6

No parágrafo seguinte, afirme que está cumprindo com este aviso perante a lei ou o convênio que regulamenta a sua profissão.

7

Se você não souber, não se preocupe. Você pode usar uma fórmula genérica como "cumprindo com o estabelecido pela lei correspondente". Lembre-se que deve avisar a sua saída com 15 dias de antecedência no seu local de trabalho. No entanto, este aviso pode ser maior dependendo da política e regras da empresa, por isso confira sempre o que diz no contrato de trabalho que assinou. Caso o contrato de trabalho não faça referência a um prazo de aviso no caso de demissão, deverá reger-se pelo que diz a lei.

Saiba mais sobre como funciona o aviso prévio quando peço demissão no nosso artigo.

8

Acrescente uma solicitação com educação e cortesia para que no dia da sua demissão, tenham feito as contas do ordenado que lhe corresponde, bem como as contas em relação a subsídios de férias e de natal.

9

No final, assine a carta de demissão, tanto com a sua assinatura manuscrita como com o nome completo por escrito em baixo.

10

Você pode incluir aqui os seus dados completos (nome e endereço completo). Alguns modelos de carta acrescentam os dados na parte superior, como fazem com os dados do destinatário.

Veja também: Como dizer ao chefe que vai sair da empresa

11

E, o mais importante, não se esqueça de fazer duas cópias da carta. Quando entregar a carta no seu trabalho, terão que lhe dar uma dessas cópias carimbadas e assinadas para que você tenha uma prova de que a entregou.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como escrever uma carta de demissão, recomendamos que entre na nossa categoria de Trabalho.

Escrever comentário sobre Como escrever uma carta de demissão

O que lhe pareceu o artigo?

Como escrever uma carta de demissão
Como escrever uma carta de demissão

Voltar ao topo da página